sábado, 16 de agosto de 2008

APRENDENDO A AMAR...






Ensina-me a ser mais alma
quando o corpo despertar.
Mostre-me o caminho do amor,
se eu me perder
nos jardins da ilusão.
Darei-te todos os meu sentidos
ainda que nada faça sentido.
Deixe seus olhos me despir
dessa máscara de pele,
sem razão,
e quando nua,
vista-me apenas de emoção.
Toque-me com palavras
nesse desejo de te amar...



Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 09/08/2008
Código do texto: T1120100

Um comentário:

EternaApaixonada disse...

Bel, que maravilha de poema!
Ah! Aprender a amar assim... Que sensibilidade! Parabéns!
Irei favoritar seu blog para retornar.
Boa semana! Boa inspiração!
Beijos
Helô