segunda-feira, 2 de novembro de 2009

MONA LIZA(BEL)



Um dia,
quase tudo irá ficar
nas dobras do tempo.
Pensamentos visitantes da noite
despedem-se no amanhecer...
Reticências sem incógnitas
coroando o ponto final.
Vida que segue
sem respostas
às interrogações.
Na face,
um vago sorriso
procurando por exclamações...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 26/10/2009
Código do texto: T1887783


SÓ NÓS...




O amanhã,
que hoje me destes de presente
tem tantos papéis embrulhados,
feitos por laços que não se soltam
nos nós que a vida deu...
Mas eu sei que conseguirei
acalmar a ansiedade
e esperar por você
nos sonhos.
Sem tempo.
Sem laços;
Só nós...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 25/10/2009
Código do texto: T1886959


MEU OUTUBRO


Muda-se o ciclo.
Acrescenta-se, subtraindo...
Quanto mais tenho pressa
menos consigo correr.
Na travessia da vida
sou emoção
em risos e lágrimas
que seguem
o rio de amor.
O relógio biológico enlouquece
quando mergulho
em meu outubro
nadando borboletas
num céu particular...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 07/10/2009
Código do texto: T1854034


NOS BRAÇOS DO AMOR...



Nas dobras do tempo
passado e presente reunidos,
me mostram uma nova direção:
Caminhar com os pés no ar
ou voar com os pés no chão?
Na dúvida,
fico parada na sua,
pois em qualquer direção
estarei nos braços do amor.



Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 04/10/2009
Código do texto: T1847939


SAUDADES




No olhar perdido
da recordação
colhi um verso molhado
de saudades,
e fiz poesia
da solidão do pensamento
enquanto ouvia os sons
do silêncio d’alma
que deixou as asas
no chão
e os sonhos
pousados em suas mãos...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 26/09/2009
Código do texto: T1832661


SEMPRE PRIMAVERA...


A primeira vista
flores não verás,
mas intrigado ficarás
ao exalar o perfume...
Sou flores ocultas
em versos
inversos de mim mesma,
que florescem
em sorrisos e emoções
e recebem com fleuma
a chuva que o céu envia
através dos olhos.
Sou sempre primavera...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 20/09/2009
Código do texto: T1821912


SIMPLESMENTE AMOR...



Eu não esqueço
que tenho asas implantadas
por mãos benditas.
Olhos carinhosos cuidando
dos vôos que ensaio
nas palavras quando tento
semear amor aos corações.
E o mais distante que vou
é ali nas nuvens
relendo um livro chamado:
- Simplesmente Amor...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 07/09/2009
Código do texto: T1796994

http://recantodasletras.uol.com.br/poesiasdeamor/1796994

VOCÊ É MEU DESTINO




A imaginação é fértil
e rica em detalhes,
mas não convencem meus olhos
a deixarem de ser
rios de saudades,
onde navegam
lembranças do ontem
em sintonia com o amanhã
num barco à deriva
até encontrar
o farol de seus braços
no porto do seu coração...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 30/08/2009
Código do texto: T1783060


MEU CARINHO...



Enquanto seguia tradições
deixei edificar-me
na concretude da vida
e como aluna obediente
aprendi toda a lição;
mas se hoje eu fosse ensinar
seriam loucos todos
os meus castelos
em cima de sonhos abstratos
tão fortes quanto o vento
e suave como a brisa
do meu carinho
que nunca irá te deixar...



Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 23/08/2009
Código do texto: T1769646


MULHER APAIXONADA!


Não sei de quantas vidas
eu fui feita e
nem quantos rios
navegam em meu olhar...
Se sou anjo ou demônio,
quem foi que me rotulou?
Sei apenas o que sinto,
e esta saudade
dilacera o meu peito.
Fujo das regras
e digo não à dor...
Já é tempo de amar,
estou chegando,
meu amor...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 22/08/2009
Código do texto: T1768143


NOSSO TEMPO...




Enquanto conjugávamos
os verbos da vida
em um espaço
e tempos diferentes,
havia tanto vazio
em nossos corações
que nem os anos
conseguiram preencher;
e agora neste espaço
tão azul de nosso céu
e no nosso tempo
de se apaixonar
existe tanto amor
que nem sei o quanto...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 19/08/2009
Código do texto: T1762453


SONHANDO



Nem sempre amanheço...
Se o corpo desperta
ainda me espera
despir dos sonhos,
dobrando as saudades
e guardando nas gavetas
promessas e premissas
do ontem...
Então cumprimento
a outra no espelho
que não disfarça
sua admiração
e me joga
um beijo de incentivo...
Agora sim,
abraço o dia
e ganho as horas...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 16/08/2009
Código do texto: T1757554


NOSSO AMOR



Os sonhos
emolduram o quadro
da minha vida,
pintado com
as cores enigmáticas
do teu sorriso;
num céu,
onde azul
é o nosso amor,
refletido no rio d’alma
cujas margens do sentir
estaremos sempre
alcançando...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 08/08/2009
Código do texto: T1743679


EM TEUS BRAÇOS



No suporte das aspas
armo a rede
que me acolhe
por momentos preciosos.
Sou coração pedinte
fugindo do frio,
querendo o calor
dos braços seus...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 05/08/2009
Código do texto: T1738710


RIO DE AMOR...



Meu amor
é como um rio de águas calmas
que quando encontra barreiras
vai se acumulando
derramando carinho pelas nascentes
e ganhando forças para explodir
jogando fora o que não pertence
ao seu curso natural
e abraçando a paz de sempre...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 03/08/2009
Código do texto: T1735126


O AMOR, SEMPRE...



A esteira da vida,
ligada pelo criador
te coloca no exercício
de ser gente,
desde o seu nascimento.
O que seus pais instruíram-te
segue sem medo e
vista-se deste amor incondicional.
Controle os sentimentos ruins
mas não se importe de doar paz e perdão.
Trabalhe os músculos faciais sorrindo
e sempre que possível
fale mais com seus olhos...
Nas etapas em que te faltar coragem,
lembre-se que lá no alto
fica o depósito de suplementos
que te ajudarão,
basta você ajoelhar-se, em oração...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 26/07/2009
Código do texto: T1720230


VOCÊ ME CONQUISTA TODO DIA...



Minha melhor viagem
é o percurso entre o momento
que os olhos “colhem” as palavras
e alimentam meu ser;
por isso plante teus sentimentos
pelo caminho,
em alguma parada
vou te fazer meu banquete
e saciada de poesia
irei me apaixonar por você,
mais uma vez...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 23/07/2009
Código do texto: T1715539


AMIGO...


Amigo,
Não me reserve apenas um dia...
Sabe aquela lágrima escondida
lá no cantinho do olho?
Quando viu teu sorriso,
evaporou-se...
Amigo,
Sabe aquela angústia
que aperta o peito?
Quando falo contigo
o coração fica leve...
Amigo,
É por você que estendo a mão
e de ti que espero um olhar amigo.
Amigo,
Chega como o sol
espantando sombras e tristezas
e faz todo dia ser
um motivo a mais
para comemorar nossa amizade...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 21/07/2009
Código do texto: T1712248


SUA AUSÊNCIA...



Além das palavras,
ninguém entende
mais de solidão
que meus braços,
quando te procuram
em nossa cama
e na sua ausência,
assustados,
me acordam
com perguntas que
eu não sei responder...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 03/07/2009
Código do texto: T1680361


EM TEUS OLHOS...




Em teus olhos encontrei
a cor de dias com sol
e feito flor girei
para te receber por inteira;
Se a noite traz
as sombras das saudades,
na brisa suave você chega
empurrando-as para o vento.
Então faço nosso
todos os canteiros
cultivando a semente do amor
que espera seu calor
para ser campo de girassóis
debaixo de nossos lençóis...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 26/06/2009
Código do texto: T1669294

video

RAZÕES DO AMOR...



A razão está para o coração
na proporção astuta de 2/1
mas o coração ½ (meio) apaixonado
não é mais o mesmo e
na aceleração contínua
inverte a razão e
quando tentarmos dividir
seremos sempre 2(dois)
em um só coração.

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 20/06/2009
Código do texto: T1658217


SAUDADES...



O tempo
me cobra
tão caro
as ausências
a que me permiti,
que hoje
só quero
ser presente
em um passado
que não conheci...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 19/06/2009
Código do texto: T1656590


SINFONIA DO AMOR...


Minhas palavras são como balões
que esperam para ser inflados
com os fluidos leves da inspiração e
assim, soltarem-se na imensidão...
Fico feliz quando em meu caminho
encontro estes balões
adornando corações em festa e
no cantinho, minha autoria...
Se minhas palavras conseguirem tocar
a melodia que ensaio e que
codificada chegará até você
na emoção única de um abraço,
então eu terei concluído
a sinfonia do amor,
e para escutá-la
basta fechar os olhos e sentir...


Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 18/06/2009
Código do texto: T1654881



UM SONHO DE NAMORADO...



Muito mais que apenas incluir
a palavra amor entre outras letras
pra lhe chamar de namorado,
és meu sonho encantado...
Meu melhor presente
inserido no contexto
das páginas da vida,
que hoje reescrevo contigo
preenchendo as lacunas;
espaços que só o amor
consegue transpor.
E assim, matizamos os dias
com a paz misturada
ao amor verdadeiro,
fazendo a realidade ser
um sonho onde você
é e sempre será
meu eterno namorado...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 11/06/2009
Código do texto: T1643173




AMOR ALÉM DA VIDA...






Da janela de sua alma
onde contemplava meu reflexo
eu vi o amor acordar,
e compreendi finalmente
o sentido de sermos dois em um...
Já não é preciso palavras;
a linguagem dos sentidos
fala por nós
e o amor se faz presente
a todo momento,
seja ao teu lado,
nos sonhos ou
na certeza de ser
amor além da vida...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 10/06/2009
Código do texto: T1641515

VOCÊ, MEU UNIVERSO...



Como dói ter que descer do teu céu
trazendo somente o brilho destes olhos
que iluminaram meus dias e
me fizeram a estrela maior
deste universo que é você.
Como uma estrela cadente,
eis me aqui à terra,
limpando o barro
que minhas lágrimas criaram,
e guardando n’alma
as lindas recordações,
reserva essencial
para enganar as saudades,
renovando as forças vitais
para mais uma vez,
em teu céu,
brilhar...



Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 07/06/2009
Código do texto: T1636524

domingo, 1 de novembro de 2009

SUA MENINA...





A menina se recusa
a crescer e
não se deixa embrutecer.
Insiste em enrubescer
quando pensa
em te pertencer...
Se, perdida em
tantos verbos,
não encontrou uma saída
acabou encontrando
o sujeito que
adquiriu o direito
de levar seu coração.

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 21/05/2009
Código do texto: T1607263

O AMOR E NÓS...



O que a emoção
não me deixa dizer,
escapam através de
suspiros involuntários
e você me entende
quando procura
por meus olhos
e neles encontra
nós e o amor...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 20/05/2009
Código do texto: T1605524

SONHANDO COM VOCÊ...



Sonhos não podem ter raízes,
vivem soltos nas vontades
que espionam os desejos
e flutuam no olhar;
mas num piscar
escorrem pela face
e dormem no sorriso
da esperança,
acordando pra mais
uma vez sonhar
com você...


Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 18/05/2009
Código do texto: T1601312

SEMPRE JUNTOS...




Quando criança, meu filhos viajavam em meu colo.
Hoje viajam no colo das aventuras e nem sabem
que levam meu coração...


Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 16/05/2009
Código do texto: T1597605

HÁ VAGAS...




Precisa-se de alegria
para substituir a tristeza
que abandonou o seu posto
mas deixou o sol molhado...
Precisamos também
de doadores de gentileza
para que possamos
recolher sorrisos
e moldar a felicidade.
Necessitamos com urgência
de paz e de paciência,
de vida, de amizade e
de muito mais amor...
Há vagas...



Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 12/05/2009
Código do texto: T1590678

HORA EXATA!


Se o tempo é de espera, não pare!
O que virá pode demorar
e o que já chegou, é o momento.
Os minutos encontram as horas
sem parar e em uma delas
nós seremos a hora exata...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 06/05/2009
Código do texto: T1578913

PRA SEMPRE SUA...




A verdade é única
mas paga a dúvida
com noites frias e
isentas de conteúdo
quando tento fugir
das leis do coração.
Então retorno e
com gestos que dizem
mais do que você
poderia entender
te abraço e prometo
em silêncio,
ser pra sempre sua...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 02/05/2009
Código do texto: T1571833




RETICÊNCIAS...





O papel oferece a face,
o ombro, o rabisco...
A palavra ensaia voar
e o céu querendo se abrir...
Entre lágrimas e risos
o importante é sentir.
O verso caindo no colo,
mãos que se esbarram
sem querer e o olhar
impossível de disfarçar...
O pensamento vai mais além...
Reticências falando por mim...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 28/04/2009
Código do texto: T1564977

VOZ SUAVE...






Se me calo,
o dia me ignora
em sua ânsia de passar...
Se eu grito,
perturbo a paz
que nunca existiu...
Então escrevo
na voz suave da poesia
e encontro a paz
que o coração procurava...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 25/04/2009
Código do texto: T1558931

DIPLOMA DO AMOR...





Todos os meus diplomas
certificam o que aprendi
exceto aquele em que me deram
o papel em branco,
para que fosse preenchido
com o certificado do amor...

Ah! matéria difícil
que não encontrei explicação.
Aprendizado autodidata
rascunhado no coração.

Te pego pela mão
e orgulhosa apresento ao mundo
o meu diploma do amor...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 19/04/2009
Código do texto: T1547864

AMOR PROMETIDO





Agora entendo os porquês
do amor prometido.
Da beleza de saber-se livre
na distância inexistente do coração.
Da expectativa da chegada
e da pausa planejada.
Do encanto que prolonga
o prazer infinito
e revira os olhos da imaginação
delineando o perfil da felicidade
no riso que vai ali adiante,
no gesto da espera
de só mais um minuto
e na poeira da saudade
do que quer ser,
já sendo...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 16/04/2009
Código do texto: T1543148

SOU FELIZ







Fui programada pra ser feliz,
por isso não entendo quando
a tristeza briga comigo tentando
me empurrar um copo de lágrimas
disfarçado em palavras amargas,
que me engasgam, me sufocam;
então meus olhos choram,
mas não são lágrimas tristes
e sim vitoriosas porque
resisto, protesto e não
me deixo vencer.
O tempo é curto,
a vida tão breve,
e enquanto eu viver
verás em meus lábios
um grande sorriso!

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 12/04/2009
Código do texto: T1535177

O AMOR




Você já conhece o amor?
Ele tem credibilidade e
é reconhecido em todas as línguas.
Com prazo de validade vitalícia,
já foi experimentado por muitos e
ansiado por tantos outros...
É o sonho de muitos corações
que nunca perdem a esperança
de um dia encontrá-lo;
Pode ser confundido com paixão,
que te leva ao céu num momento
e noutro te joga ao chão...
mas é diferente porque quanto mais
você doar, mais ele tende a aumentar;
e se eventualmente doer,
nem mesmo assim você vai deixar
de amar...
O amor é isso, tem que sentir
pra conhecê-lo...
Então,
Você já conhece o amor?

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 08/04/2009
Código do texto: T1528759

VONTADES...





No silêncio das palavras
domo as vontades
que libertaram a outra
e me fizeram refém
de mim mesma...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 03/04/2009
Código do texto: T1520686

TE QUERO!





Dias estranhos...
Quentes, úmidos...
Sensações vagas
de um querer
explodindo em versos,
maculando o papel...
Deixa-me gritar,
não tem ninguém ouvindo:
-Te quero!

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 20/03/2009
Código do texto: T1497063

EM VOCÊ...





Eu gostaria de ser semente
plantada em seus versos
nutrida na seiva do amor,
enraizada em seu coração
e maravilhosamente...
...Árvore!
Árvore do prazer...
De despir pudores
em qualquer outono de verão...
De absorver o sol
do seu corpo no meu
seja inverno ou não...
De sentir a chuva de você
quando me leva ao céu
e novamente volto a ser
simplesmente...
...Mulher!

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 20/03/2009
Código do texto: T1496358

SAUDADES...




Na velocidade do pensamento,
o dias se abreviam e as
noites se tornam longas
lutando pra domar a saudade
e amanhecer vitoriosa
com a esperança de você chegar
e reinventar uma nova estação,
porque já floresci
em sorrisos te esperando;
Aqueci meu coração
com seus versos,
Desabei em prantos de saudades
e sofri o inverno da solidão.
Agora, me diz:
- Em qual estação posso te esperar?

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 18/03/2009
Código do texto: T1493283

DIA INTERNACIONAL DA MULHER!





Nosso dia?
Apenas um?
Onde está o tapete vermelho?
Cadê a chuva de pétalas de rosas?
E a coroa de brilhantes, não somos rainhas?
Quebraram a lâmpada dos três desejos,
ou colocaram Aladim pra dormir?
Que silêncio!
Queria barulho de orquestra entoando
PARABÉNS PRA VOCÊ...
Queria passeata de carros com o
enlouquecedor som das buzinas...
Muitos presentes e claro, o poder...
Ah! Dessem-nos o poder só por um dia...
Mas...
Vamos reivindicar!
Quem sabe um dia tenhamos
mais tempo pra nós,
porque hoje como todos
os outros dias ,são iguais...
Somos 100% coração...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 08/03/2009
Código do texto: T1475963

AMOR DE MEL...



Nas asas do silêncio,
busco por sua companhia
e te encontro dentro
de uma linda poesia.
Com os sentidos despertos
pela emoção fecho os olhos
pra melhor te sentir...
O calor das palavras
escorrem em versos sensuais
e no sal da terra nosso suor,
tem cheiro e gosto de mel...
Amor de sonho inconsistente
se desliga do abstrato e
a magia torna-se real
no cansaço de muito amar...
Desperto como amada amante
com o céu sob meus pés...

Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 02/03/2009
Código do texto: T1466075

ENCONTRO DE AMOR...







Amor,
foi tão sublime te encontrar
na vertente dos poemas
da bifurcação d’alma
em meio ao caos do acaso;
transformando o pranto
em sorrisos encharcados
de carinho e prazer...
Emoção de corpo e alma.
Fusão do amor nascente
com o ocaso da paixão.
Promessas cumpridas
no tempo exato.
Certeza de ser a “tal”
quando me vejo
na retina dos seus olhos...


Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 07/03/2009
Código do texto: T1474248

AGRADECENDO...



OBRIGADA MEU DEUS,


Por ouvir minhas orações,
dando-me o que julgou melhor,
pois nem sempre o que desejei
tinha o mesmo alcance que seus olhos;
Obrigada,
Pela oportunidade dada a cada novo dia,
onde posso fazer de cada ação,
um degrau a mais em sua direção;
Obrigada,
Pelo aprendizado de gerar a vida,
conceituando ser mãe como o ato de carregar
dois corações num mesmo corpo,
deixando que os filhos ao crescer,
levem o nosso consigo.
Obrigada,
Pela coragem concedida
no exato momento da desistência,
pois tu sabes até onde pode testar meu limite,
e quando penso que não agüento mais,
as forças se renovam na esperança,
embaçada pelas lágrimas que visualizam seu semblante
não me deixando esquecer do quanto
sofreste por nós, sem desistir...
Obrigada Meu Deus,
por ser sua filha...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 19/02/2009
Código do texto: T1447880

AMOR CONTIDO...




Tenho um templo particular
onde busco o insight...
Subo ao alto do meu eu
e observo aqui dentro...
Fico surda se a mentira fala
e fecho os olhos quando a tristeza
tenta sufocar meu sorriso.
Nas vezes em que me calo,
é o amor falando mais alto,
e quando ouso soltar a voz
grito o amor contido
nos ecos dos anos
em que te busquei...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 16/02/2009
Código do texto: T1442989

AMOR DE HOJE...







Já fui tantas de mim,
que sinto saudades...
Então chamo minhas lembranças e
elas saltam de álbuns, porta-retratos,
documentos e memórias...
Todas com suas histórias,
seu orgulho e suas razões.
Conflito em mim e o espelho.
Versões de um mesmo coração
em rostos parecidos.
Você chega e a luz se acende.
A mulher refletida no espelho
não quer saber das outras,
porque nunca elas foram
tão amadas...

Izabel Dias

Publicado no Recanto das Letras em 14/02/2009
Código do texto: T1439675