sexta-feira, 17 de outubro de 2008

CIO DE POESIAS...





Inquietude e ansiedade.
Alegria involuntária
quando ela vem chegando...
Arrepio de prazer
até o êxtase final.
Este cio de poesias
sem sexo nem nexo
faz o gozo do poeta
de saciar essa vontade
nessa fome de escrever
só mais uma poesia...



Izabel Dias
Publicado no Recanto das Letras em 17/09/2008
Código do texto: T1183460

Um comentário:

Eduardus Poeta disse...

Marcante em sua suave intensidade...

Abraços

Eduardus Poeta
www.reticenciaspoeticas.blogspot.com